Jump to content
Forum Cinema em Cena

Capitão América: O Filme


Recommended Posts

Assisti ontem.

 

 

 

Achei as imagens muito escuras. Pelo menos nas cenas em ambientes fechados. Será que é da qualidade da imagem do cinema que eu fui?

 

 

 

Os cenários, efeitos, maquiagem e figurino ficaram bons.

 

 

 

O Chris Evans magrelo ficou bem realista. E a atuação dele foi mediana. Em alguns momentos ele fica apagado. Principalmente perto da Hayley Atwell e do Tommy Lee Jones.

 

 

 

O vilão é maior ponto fraco do filme. Em momento algum ele parece uma grande ameaça. E a luta final é um tanto decepcionante. Faltou espaço para o Caveira Vermelha mostrar o quanto ele era maligno e poderoso.

 

 

 

A ação é repetitiva, pouco criativa e bem pouca em relação ao que eu esperava.

 

 

 

A cena depois dos créditos não vale a espera. Nada de interessante acontece. Depois dela vem um teaser de Os Vingadores.

 

 

 

No geral o filme é divertido, apesar das falhas. Nada de especial. Apenas valeu o ingresso.

Link to post
Share on other sites
  • Replies 541
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Avi Arad comenta filme do Capitão América Por Érico Borgo 15/2/2006   Entrevistado pela Associated Press, o chefão do Marvel Studios, Avi Arad, falou sobre o filme do Capitão América,

Do gênero Heróis desse Ano Capitão América só fica um pouco atrás de X-Men-First Class,mais é muito superior a Thor e Lanterna Verde, conseguiram pegar aquele uniforme de carnaval das HQs e adaptar pr

Acabei de assisitir, e sem dúvida um dos melhores filmes da Marvel mas não e perfeito e tem suas complicações.

Capitão%20América%20-%20O%20Primeiro%20Vingador%20

 

A boa noticia e que o Chris Evans funciona e muito bem como protagonista e especialmente como franzino Steve Rogers, ele tem carater, honesto e corajoso não tem como não torcer por ele. a melhor parte da trama e mesmo a origem do Capitão que foi muito bem contada com bem detalhes.

 

E as diferenças visiveis entre o heroi e o vilão o Johann Schmidt o perveso Caveira Vermelha que acha pode ser tornar um novo deus e despreza a humanidade e os ideiais basicos do pratiotismo, o Hugo Weaving está perfeito, mas o seus plano de reformar o mundo não e brilhante e nunca fica claro oque ele fara a seguir

 

Capitão%20América%20-%20O%20Primeiro%20Vingador%20

O casting codjuvantes e ótimo  a destemida Peggy Carter (Hayley Atwell linda) o mal-humorado coronel Philips(Tommy Lee Jones) o soldado leal  Bucky Barnes, o humilde Dr.Erskine e o estrovertido Howard Stark contribuiem e muito para o desenvolvimento da trama e a figura do Capitão que se ve cercado de bons amigos.

 

Os problemas começam quando o Capitão e o Esquadrão Selvagem entra em acão  e fazem inumeras ataques a Hidra apartir da aí acontece coisa demais em pouco tempo, como a perca de um bom personagem.

 

O conflito do Capitão com Caveira ficou bem aberto sendo que um acidente interrompe o confrontro de ambos, mas achei a conclusão da trama bem legal e triste. espero que o produtores utilizem de alguma maneira a Hayley Atwell o romance dela com Capitão foi uma das melhores coisas da trama.

Capitão%20América%20-%20O%20Primeiro%20Vingador%20
Link to post
Share on other sites
O Capitão América é definitivamente o “Karatê Kid” dos super heróis. Não dava nada pro filme, mas acabou sendo uma agradável matinê q evoca o clima retrô de “Rocketeer” , a ação inocente de “Indiana Jones” e um plus histórico à la “Bastardos Inglórios” . A 1ª metade é de longe o melhor da pelicula, ao mostrar de forma tocante (e ingênua) a dedicação do macarrão idealista Steve Rogers em servir seu país, q termina transformando-o numa ridícula arma de propaganda. Direção de arte, figurinos de época, efeitos especiais (Rogers magricela, principalmente) e fotografia shows de bola, com atuações razoáveis dentro do desejado, das quais destoam apenas Tommy Lee Jones e Hugo Weaving. Aquele romancezinho churumelas, q fica naquele chove-não-molha parece ter sido inserido pra não colocar em questão a masculinidade do herói, era desnecessário. A película tb peca nos últimos minutos, onde não diz q fim levaram boa parte dos personagens com q o Capitão conviveu boa parte da projeção e com os quais acabamos tb simpatizando, inclusive o destino do Comando Selvagem. Claro q isso foge da proposta do vindouro filme dos “Vingadores” , mas seria interessante realçar nele o aspecto do “homem deslocado de sua época”, mesmo q superficialmente. Trilha sonora do Alan Silvestri bacana - embora nada excepcional tal qual “De Volta pro Futuro” - q cumpre  ao menos sua função em criar um tema marcante pro herói, q gruda na mente e assoviamos mesmo após os créditos finais. Destaque tb pro divertido musical “Star Splanged Man”, cantada pelas The Star Splanged Sisters , q resgata os antigos musicais da Broadway. Enfim, apesar dos poréns é diversão infinitamente superior a “Thor” e do ruinzinho “Lanterna Verde” , embora apenas um tiquim inferior a “X-Men First Class” . 9,5/10
Link to post
Share on other sites

É melhor que Thor no geral - inclusive no que se refere ao personagem principal e o ator que o interpreta, contudo, padece, como Thor, do fator "fast food" que apontei quando vi o filme do Kenneth Branagh. Sim, o visual retrô é ótimo; sim, é um filme novo com aparência de velho; sim, é a antítese, em partes, do blockbuster burro perpetrado por manés como Michael Bay e cia.; sim, Johnston entendeu a proposta de fazer um filme à moda antiga e nos privou de exposições dispensáveis de CGI em alguns momentos, como por exemplo, na transformação do magrelo Steve Rogers no bombado Steve Rogers - um diretor clipeiro certamente meteria um zoom na câmera e entraria nos músculos do herói mostrando a transformação do mesmo.

 

Porém, mesmo com esses predicados, o filme parece ter sido feito sob medida para ser apenas um set up de Os Vingadores - e o teaser após os créditos finais reforça essa impressão. Fica o gosto de que esses filmes como Thor, Capitão América, entre outros, são aperitivos para o prato principal. Já disse antes e repito: não gosto desse tipo de coisa. Filmes devem ser independentes, autônomos e não concebidos com o propósito de deixar pontas soltas para um projeto maior.

 

Tommy Lee Jones rouba a cena assim como Hugo Weaving, o camaleão que, a cada novo personagem que interpreta, se transforma. Cris Evans está bem no papel do protagonista, mas questiono se era mesmo o cara certo para o trampo. Enfim, mesmo com predicados dignos de nota, voltei para casa com o gosto e as consequências do Big Mac: sabor que leva ao êxtase, te deixa inflado e sua conta bancária mais triste. Depois, fica apenas o rombo na carteira causado pelo preço absurdo do ingresso. O gosto do Big Mac já ficou no passado, sendo substituído pelos prazeres de um alimento mais nutritivo e saudável.

 

3/5

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Aqui em Salvador a maioria das sessões de Capitão America que estão disponiveis nos cinemas da cidade ou são dubladas, dubladas em 3D ou legendadas em 3D (e essas ultimas em alguns casos com poucas sessões).

 

Acho que so tem versões legendadas "normais" em 3 cinemas sendo que dois deles bem longes da minha casa (uma delas é no Espaço Unibanco, no centro). E o pior é que que cada vez mais as sessões legendadas "normais" estão desaparecendo.

 

Vou tentar ver o filme, mas por conta dessa nova "estrategia comercial", é capaz que nem consiga.

 

 

 
Link to post
Share on other sites

Filmão! O melhor da Marvel Studios, só não o melhor do gênero no ano porque tivemos X-Men: Primeira Classe.

Como fã de Indiana Jones, é claro que eu posso ser suspeito nisso, mas as referências à Caçadores da Arca Perdida, seja no clima ou nas mais diretas mesmo já dão um ar saudoso e divertido a todo o filme. O elenco está no ponto, todo mundo muito bem... mesmo o Chris Evans, que defende com dignidade o papel principal. É um herói em que temos que acreditar e confiar, e Evans dá toda essa nobreza necessária a seu personagem.

 

O vilão é canastrão na medida certa... ameaçador, mas sem chegar a um ponto em que destoasse do universo fantástico em que ele está inserido. As cenas de ação são muito boas... empolgam e funcionam da maneira orgânica no 3D (como em Thor, uma conversão bem decente).

 

O final merece menção especial. O filme consegue contornar de maneira bem eficiente o problema narrativo que lhe é imposto (ou seja: aquilo que TEM que acontecer ao Capitão para termos o filme dos Vingadores). Sem medo, o diretor Joe Johnston abraça o romantismo e dá um final quase poético ao filme, conseguindo em sua última frase, com o protagonista fora de seu contexto, dar o laço perfeito para fechar sua trama. Em suma: o efeito Vingadores atrapalha bem menos aqui do que em Thor, por exemplo.

 

O trailer no final nos dá um bom aperitivo do que vem no filme da superequipe da Marvel no ano que vem. Mas o que vale mesmo é o excelente filme que vem antes.

 

E que venha o filme do Boba Fett por Joe Johnst..., digo, Os Vingadores!
Link to post
Share on other sites

Boa, Lucas! Tinha certeza que tu ia curtir, até pelos motivos que tu citou no inicio do segundo parágrafo den.gif

 

 

 

Da galerinha que vai participar dos Vingadores pra mim fica assim:

 

 

 

01. Homem de Ferro

 

02. Capitão América

 

03. Thor

 

04. Homem de Ferro 2

 

05. Hulk

Link to post
Share on other sites

Boa' date=' Lucas! Tinha certeza que tu ia curtir, até pelos motivos que tu citou no inicio do segundo parágrafo den.gif [/quote']

 

Eu já imaginava algo assim vindo do Johnston e pela época em que o filme se passa... mas o nível de "cara, isso é muito legal" superou minhas expectativas. Quando o Red Skull fala "E o Führer procurando quinquilharias no deserto..." me segurei para não revelar à sala toda o motivo da citação. Se bem que escapou bem baixinho um "Olha o Stan Lee!" quando ele aparece... hehehehehe...

Meu ranking pré-Vingadores seria esse:

 

1. Capitão América - O Primeiro Vingador
2. Homem de Ferro 2

3. Homem de Ferro

4. Thor

5. O Incrível Hulk (o único deles que acho um pouco meia-boca)

 

E eu também me apaixonaria tranquilo pela Peggy, Jack... hehehe...
Lucas2011-08-07 23:37:39
Link to post
Share on other sites

Sim. Na verdade, os dois Homem de Ferro para mim estão no mesmo nível. Boto o II ligeiramente na frente do primeiro por ter um vilão mais interessante (mas que mesmo assim é bem mais fraco do que Loki e Red Skull). A sequencia de Mônaco também me faz pender mais pro lado do segundo.

Link to post
Share on other sites

O segundo é meio avacalhado aqui, mas eu também curto bastante. Inclusive a cena mais detestada, que é o Homem de Ferro bêbado dando uma de deejay e se pegando com o War Machine.

 

 

 

Sobre o Capita...

 

 

 

O grande mérito mesmo é o resgate daquele climão dos filmes de ação/aventura dos anos 80, e que felizmente não fica apenas no visual, mas em toda aquela atmosfera deliciosa.

 

 

 

Eu já curti pra caramba o Loki, mas o Caveira Vermelha veio pra ser o melhor vilão dos filmes pré-vingadores (e ao contrário de muitos eu adoro o Jeff Bridges no primeiro Homem de Ferro). Aquele cara realmente parece ser uma versão ultramasterizada do Hitler, sem a afetação toda, como se realmente fosse um nazi lunático que voltou do inferno. Disparado o melhor vilão. E fora que o ator é bom demais, pegando uma hora especifica do filme, quando o Capitão vai salvar o Bucky e ele dá de cara pela primeira vez com o Caveira, e esse dá todo o discurso do quanto não são mais humanos e não deveriam ter medo de nada e etc... E daí o Capitão questiona do pq ele estar fugindo, e o Caveira só solta um sorrisinho de canto enquanto a porta do elevador se fecha. Putz, aquilo ajuda   a deixar a rivalidade muito mais calorosa, muito mais epidérmica, e esses exemplos são super frequentes, de rivalidades que se cria por expressões, como o Caveira sentir uma inveja tremenda do Capitão já que o soro foi aplicado nele espontaneamente pelo criador. Esse tipo de coisa faz com que a rivalidade deles não se torne meramente um lance do herói que por um acaso esbarrou com o vilão e precisa para-lo. Não, a sensação de opostos absolutos e mesmo assim de únicos iguais é passada muito forte. O Caveira não é apenas mais um vilão do universo Marvel, ele é um vilão do Capitão e apenas esse pode parar, como tem que ser. Achei a duplinha demais.

 

 

 

Outro que mandou bem foi o Evans. Pra mim o personagem mais difícil de interpretar do filme, já que o Capitão tem toda aquela má fama do patriotismo cego, e qualquer derrapada poderia fazer o personagem se tornar um porre. Mérito do Evans (e da direção e roteiro também, claro), que fez um Steve Rogers impossível de não admirar, carregado com um ideal (sem bandeira) tão forte que o desespero dele pra simplesmente fazer o certo é passado com uma naturalidade incrível. Esse cara pra mim me passa a total sensação de quem pode liderar Os Vingadores, seja um Deus do trovão vindo de Asgard ou um arrogante/egocêntrico/genial que construiu a armadura mais poderosa do mundo. Quando ele chega seguido por todas as pessoas que ele salvou naquela fábrica do Caveira, e todos os soldados começam o aplaudir e gritar o seu nome, aquilo poderia ter soado absurdamente forçado... Mas não, era o Capitão, ele merecia aquilo tudo. E aliás, todo aquele afeto que o cientista criou por ele se torna super justificável, o Steve Rogers mesmo sem capitão sempre foi admirável, e essa relação dos dois, mesmo que curta, é um dos maiores méritos do filme. Baita trabalho, Evans!

 

 

 

E também não acho que ele sofra do tão temido efeito fast food. Pelo menos pra mim algumas cenas vão ficar bem cravadas na memória, como todo o treinamento do Steve Rogers para se tornar o Capitão, o resgate na fábrica, o primeiro confronto com o Caveira, a cena no avião (e divertido pacas a luta dele naquele foguetinho com hélice)...

 

 

 

E tem o Tommy Lee Jones chutando bundas adoidado. O cara brinca de ser foda.

 

 

 

Baita filme. Uma das experiências mais divertidas e empolgantes vindas de filmes de heróis.

Link to post
Share on other sites

Eu fico entre o resgate de Bucky e os 400 soldados e toda a sequência final do jato. Também gosto bastante da conversa entre o doutor e Steve, quando o primeiro revela a origem do vilão... e porque Rogers deve ser o primeiro a expirementer o soro do Supersoldado.

Link to post
Share on other sites

 

Bah nem a pau que o caveira é melhor que o Loki. E ó que nem achei o Loki um vilão sensacional. Longe disso. Tom Hiddleston usou 10% de seu potencial naquilo ali.

O Caveira foi ok, só achei tosco aquele clima de "quase" destruição do mundo. O cara ia acabar com a humanidade e é só o Capita dar umas piruetinhas para o  plano maléfico naufragar.06

 

O Loki é mais legalzinho porque ele é espero, mente bem e é alimentado por um interesse muio mais sentimental. Ele não quer mais Asgard. Ele quer agora é destruir o Thor. É um vilão mais soifisticadinho para o padrão Marvel até. Eu subestimava o Loki, mas em matéria de comparação,  de todos os vilões da turma ali, o mais "rico" com certeza é ele.

 

Scarlet Rose2011-08-08 14:04:55

Link to post
Share on other sites

Loki no universo da Marvel só perde pro Osborn e pro Dr. Destino, ele é sensacional. E o legal é que ele normalmente ta apenas pelo caos, pela diversão, pela manipulação, pelo xadrez da coisa.

 

 

 

Mas no universo dos filmes eu achei o Caveira sensacional, 90% pela atuação do cara, que seja. É um cara que hipnotiza nas cenas. Aquele momento da ponte se dividindo, Caveira de um lado e Capitão pra outro, eu vi uma presença nele muito maior do que o Loki em qualquer parte do filme.

 

 

 

São dois ótimos vilões, acho o Loki sensacional também, mas fico com o Caveira.

Link to post
Share on other sites

Ah, e uma coisa que estavamos conversando ontem

 

 

 

 

 

SPOILER

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vcs acham que o Caveira morreu ou foi teletransportado pra algum lugar? Não tenho tanta certeza da morte dele. Seria legal demais ver um novo confronto contra o Capitão em Os Vingadores.

 

 

 

Até pq, vamos ver a informação que temos:

 

 

 

- O Cubo é uma joia de Odin.

 

- Loki ficou sabendo da localização dela por alguém, ou antes não tinha interesse.

 

- Então minha teoria é: Quando Loki caiu de Asgard e foi foi parar em algum lugar desconhecido, ele talvez tenha encontrado o Caveira aí, que falou do Cubo e os dois possam ter formado uma aliança.

 

 

 

Não sei, mas eu acharia bem legal.Tensor2011-08-08 14:28:01

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...