Jump to content
Forum Cinema em Cena
Nightcrawler

Oscar 2011: Indicados e Previsões

Recommended Posts

È um filme onde todos tomarão partido.

 

 

 

Mas pra mim, já vale ver o filme por uma coisa brilhante: A fotografia. Simplesmente sublime.E claro, daquele que sou fã, Clint Mansell.

 

 

 

Mas já dizendo: Pra mim é o melhor filme do Aronfa. Mas entendo completamente quem não gostar   02.gifPdiogo20062011-02-02 22:08:32

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

engraçado ver o pessoal enaltecendo o esforço físico da Portman, quando com outros atores isso praticamente se torna demérito (que o diga a Hilary Swank, Cristian Bale...etc)

 

Hum, seria o caso de "conveniência wins"?

 

PS: E gente, por favor, sem spoilers... mais um pouco e vcs estarão reproduzindo os diálogos de Cisne Negro aqui. 06 

 

 
Sall2011-02-03 02:19:30

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca achei demérito algum esforço físico. Mas gosto da atuação da Portman não só pela dedicação da dança ou algo assim, mas pela emoção q ela dá para o personagem (nas duas fases).

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Engraçado que eu tenho dificuldade em gostar de atuações "afetadas" e com maquiagem, quando transformam o ator então. Gosot da Marion em Nine e em Inception, MUITO. Claro, Piaf ela está ótima, mas eu quero um filme dramático "comum" com ela, onde ela possa viver alguém "normal". Ela não ter sido indicada por Nine - e a Cruz ter sido, absurdo - foi inaceitável.

 

 

 

A atuação da Portman é sensacional, ela é uma ótima atriz, sim, e fico feliz por ela. E não "levo" em consideração a questão física, que teve que emagrecer, treinou meses, e blábláblá, apenas pelo filme, muito boa. Sim Sync, exato, estão resumindo a atuação dela a algo "fantástico" dentro de fantástico, e não concordo. O filme aborda dessa forma sim, principalmente o final, mas ela desenvolve durante toda a produção um trabalho denso e muito bem interpretado. Ah, e o filme em si é maravilhoso, e não sou fã do Aronofsky, detesto as firulas dele, "Requiem" eu mal consigo ver por uns efeitos de câmera, detesto. O Lutador era o meu favorito, até Black Swan. Tenho lido coisa coerente sobre a atuação dela. Mas o Letterman exagerou MUITO, assistam, procurem no youtube, a entrevista dos dois, é exagero demais da parte dele.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou analisar a atuacao da Portman no Black Swan, bem como a trajetoria da personagem: A personagem: mulher fragil, insegura, perfeccionista, extremamente disciplinada. Realmente as cenas iniciais me deixaram incomodada, muito cara de choro etc... mas era para preparar o arco da personagem para o grand e impactante finale.  Quanto aos esforcos da ariz, um ano treinando bale, emagreceu 10 quilos, nao precisou de duble em nenhuma cena. Como ja falei o filme pra mim eh um estudo sobre a mente de um artista e os artificios que ele faz para conseguir criar um papel. Me lembrei da Isabelle Huppert contando como criou a sua personagem da Professora de piano. Ela teve que entar em sua propria mente e descobrir uma sociopata ou psi.... la dentro.  

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

engraçado ver o pessoal enaltecendo o esforço físico da Portman' date=' quando com outros atores isso praticamente se torna demérito (que o diga a Hilary Swank, Cristian Bale...etc)

 

Hum, seria o caso de "conveniência wins"?

 

PS: E gente, por favor, sem spoilers... mais um pouco e vcs estarão reproduzindo os diálogos de Cisne Negro aqui. 06 

 

 
[/quote']

 

 

 

101010101010

Share this post


Link to post
Share on other sites
Engraçado que eu tenho dificuldade em gostar de atuações "afetadas" e com maquiagem' date=' quando transformam o ator então. Gosot da Marion em Nine e em Inception, MUITO. Claro, Piaf ela está ótima, mas eu quero um filme dramático "comum" com ela, onde ela possa viver alguém "normal". Ela não ter sido indicada por Nine - e a Cruz ter sido, absurdo - foi inaceitável.

A atuação da Portman é sensacional, ela é uma ótima atriz, sim, e fico feliz por ela. E não "levo" em consideração a questão física, que teve que emagrecer, treinou meses, e blábláblá, apenas pelo filme, muito boa. Sim Sync, exato, estão resumindo a atuação dela a algo "fantástico" dentro de fantástico, e não concordo. O filme aborda dessa forma sim, principalmente o final, mas ela desenvolve durante toda a produção um trabalho denso e muito bem interpretado. Ah, e o filme em si é maravilhoso, e não sou fã do Aronofsky, detesto as firulas dele, "Requiem" eu mal consigo ver por uns efeitos de câmera, detesto. O Lutador era o meu favorito, até Black Swan. Tenho lido coisa coerente sobre a atuação dela. Mas o Letterman exagerou MUITO, assistam, procurem no youtube, a entrevista dos dois, é exagero demais da parte dele. [/quote']

 

O que acontece é que são essas "atuações afetadas" que mais chamam a atenção do júri e acabam levando os prêmios, enquanto quem interpreta "pessoas normais" acaba sempre chupando o dedo. É mais ou menos o que o Christian Bale falou pro Mark Wahlberg na hora de receber o prêmio. Acho que o talento do ator fica mais evidenciado nesse tipo de papel. Por isso, o Oscar muitas vezes vai pra quem interpreta personagens da vida real que tinham certas peculiaridades.

 

A interpretação de Marlon Brando de Don Corleone, por exemplo, usou bastante maquiagem e meio que transformou o ator e hoje muitas pessoas consideram a melhor atuação de todos os tempos no cinema. Eu, particularmente, não tenho nada contra, mas fico triste por bons atores que perdem o Oscar simplesmente porque seu papel não era de alguém peculiar, com manias e ações diferenciadas. Queria ver o Colin Firth levar o Oscar se o rei George VI não fosse gago.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi The Kids Are All Right, e classifico-o bom, nem mais nem menos. Apesar de situações forçadas em vários momentos, o filme tem um certo frescor e gera empatia. Muito merecida a indicação de Annette Bening, sua atuação aqui é impecável. O resto do elenco está bem adequado. Premissa interessante, roteiro manipulador, direção correta. É isso.Oberon2011-02-03 12:44:10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei se alguém já postou isso aqui, mas sempre acho divertido ver esses videos onde os atores que nós julgamos rivais interagem entre si com extrema simpatia (será verdadeira?) e clima ameno:

 

 

Existem mais duas partes no youtube, nos videos relacionados. Na segunda, Hilary Swank conta um caso de um roteiro que ela leu, gostou, mas não conseguiu o papel e Annette Bening começa a fazer brincadeiras, até o ponto onde fica parecendo que Amy Adams foi a atriz que conseguiu o papel. É divertido!

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

As vezes eu tenho a impressão que os atores se importam mais com o prazer de atuar, o reconhecimento público e crítico e claro dinheiro que ganham do que esses prêmios ( E nesse momento estão todos rindo de nós)

 

 

 

E quem se importa realmente com isso são os anunciantes no intervalo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foi mal o excesso de posts, mas achei aqui a hora completa:

 

 

Tem a dos atores e dos diretores também (posto a dos atores, pois já tinha mandado um tempo atrás a dos diretores):

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Começaram as filmagens de God Of Carnage, do Polanski. O filme com certeza sai no final do ano para exibição. Não acredito que joguem o lançamento para o começo do ano que vem... Seria uma burrada tremenda, em termos de premiação. As filmagens devem durar dois meses, ou seja, terão muito tempo para finalizar o filme adequadamente.

 

FeCamargo2011-02-03 17:40:57

Share this post


Link to post
Share on other sites

Graças a ajuda do Cristiano e, principalmente, do Sync estou devidamente atualizado quanto aos procedimentos de download. Grande Sync. Eu sabia que não sabia nada, mas não sabia que era tanto. Agradeço a ajuda. Dito isto:

 

A REDE SOCIAL - 8.5/10 - Trata-se de um belo drama contemporâneo, um retrato sagaz e melancólico das aspirações dessa nova geração, além de ser um eficiente retrato da personalidade do criador do facebook. David Fincher conduz a trajetória do mais jovem bilionário de maneira elegante, porém o ritmo é pulsante, deixando a sensação de que não se tratam necessariamente de hackers e/ou nerds, mas a pegada do filme é como se fossem gângsters, lutadores em um ringue virtual. Roteiro e montagem merecem créditos também porque consegue fazer com que a narrativa flua de maneira orgânica, consegundo até mesmo demonstrar certa criatividade a boa parte da trama que trata de processos e julgamentos administrativos. Talvez o maior pecado do filme é que a partir do 2º ato, o filme acabe se preocupando mais em apresentar as peças no tabuleiro, onde cada um colaborou no quê, onde cada um sabotou o que, e o filme acaba se tornando muito mais um filme de negócios do que sobre pessoas e o filme acaba se tornando mais frio e impessoal (entenda-se burocrático já que esse é o tom adequado à proposta). Eissenberg realiza um bom trabalho e o restante do jovem elenco não deixa a peteca cair.
Thiago Lucio2011-02-04 04:32:33

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Muito bacana o vídeo da mesa redonda entre as atrizes (apesar de eu achar que o cara poderia ter guiado melhor a entrevista).  É interessante para saber como elas encaram o processo de filmagem, os erros, etc... Mas o melhor p mim foi perceber um pouco da personalidade de cada uma. A Carter é muito engraçada, uma franqueza e uma falta de glamour super divertidos. Amei ela falando de The breaking the waves (filme que eu adoro e em que Emily Watson está fodástica), é muito bom saber essas anedotas por trás dos filmes. Portman é super tímida e, ao que parece, uma atriz super nerd, estudiosa, metódica. Nunca tinha reparado no quão bonita é a voz grave de Benning e ela parece ter um humor mais ácido... Kidman é séria e elegante, Swank e Adams são simpáticas. Gostei!

 

 

Leleo2011-02-03 20:37:13

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi 127 Hours, e fiquei impressionado com o que foi feito com uma premissa tão difícil de se trabalhar justamente pela falta de elementos fílmicos nela. Os responsáveis pelo roteiro e edição estão de parabéns pelo ótimo trabalho, porém a real força do filme vem da direção enérgica e instigante. Eu, particularmente, tiraria os Irmãos Coen da lista de Melhor Direção - e olha que gosto muito deles - para colocar Danny Boyle. James Franco realmente merece todo o buzz que tem tido, numa atuação convincente e comovente - é claro que ele também é favorecido pela situação. Filme forte que consegue contar uma história de sobrevivência combinando uma árida realidade com mergulhos oníricos. Oberon2011-02-04 00:30:39

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi O discurso do rei. Vi querendo gostar, mas não me pegou, infelizmente! Falta apenas Bravura Indômita para eu ver mas, curiosamente, dos filmes indicados o que eu mais gostei, na verdade amei, foi o primeiro que eu vi: Toy Story 3. O discurso do rei é um bom filme, bem dirigido, muito bem atuado, mas o achei extremamente convencional, um filme com a cara do Oscar de alguns anos atrás. Premiar The Social Network talvez fosse uma escolha mais interessante.

 

Firth está muito bem, Rush fantástico como sempre. Guy Pearce tem uma ótima participação. Apenas não vi na Carter tudo o que as pessoas vêm dizendo desde o início da temporada. Não a indicaria por este filme, mas eu gosto da atriz.

 

Segue um trecho do que escrevi no meu blog:

 

"O filme, para mim, é uma representação

da relação mestre-aluno e um grande elogio à missão de ser professor,

representado pelo personagem de Rush. Mas esta é uma interpretação bem

pessoal...

 

O discurso do rei

é um filme que tem a cara do Oscar. Não me apaixonei por ele e não

acredito que ele traga nada de mais inovador ao gênero do biopic. Mas é,

definitivamente, um bom filme e que vale a pena ser visto."

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×
×
  • Create New...