Jump to content
Forum Cinema em Cena

Atentado Contra Escola no Rio


Jailcante
 Share

Recommended Posts

Notícia bomba.

 

 

Homem invade escola, atira contra alunos e mata 10 no Rio de Janeiro

07/04/2011 - 09h05 | do UOL Notícias

Atualizado em: 07/04/2011 - 11h43

Tiroteio em escola no Rio de Janeiro

Um homem invadiu na manhã desta quinta-feira (7) a escola municipal Tasso da Silveira, na rua General Bernardino de Matos, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele disparou várias vezes contra os alunos de uma sala de aula de oitava série, com 40 alunos, no primeiro andar. Mais de 400 jovens estudam no local, em 14 turmas do 4º ao 9º ano. As primeira informações passadas pelo coronel Evandro Bezerra, relações públicas do Corpo de Bombeiros do Rio, eram que de 13 pessoas haviam morrido, mas o número divulgado neste momento é de 10 crianças mortas --9 meninas e um menino-- e o atirador, que, segundo a Polícia Militar, atirou contra a própria cabeça. 

LEIA MAIS

Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer. Algumas crianças em estados mais graves estão sendo redirecionadas para outros hospitais, como o Miguel Couto e o Souza Aguiar. 

A direção da unidade de ensino informou que o homem se passou por um palestrante para entrar na escola. Com o barulho dos tiros, houve muita gritaria e os professores trancaram as portas das salas para proteger os alunos.

Ele estaria usando uma roupa que imitava fardamento militar e entrou na escola com duas pistolas e muita munição.

A primeira informação divulgada foi de que o atirador era pai de uma aluna da escola, mas a Polícia Militar confirmou que o homem foi identificado como Wellington Menezes de Oliveira, de 24 anos. Ele seria ex-aluno da escola e teria ido à escola buscar documentos.

A irmã adotiva do atirador disse em entrevista à rádio Band News, que o atirador estava muito ligado ao Islamismo, não saía muito de casa e ficava o tempo inteiro no computador.

Em entrevista à Globo News, o coronel Djalma Beltrame, comandante do 14º BPM (Bangu), confirmou que Oliveira deixou uma carta que indica que ele tinha intenção de se matar. " Foi um ato premeditado", disse Beltrame.

Segundo o coronel, a carta era “confusa” e apresenta conteúdo “fundamentalista islâmico”.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, já está no local para acompanhar a situação. Já o governador do Estado, Sérgio Cabral, está fora do Brasil, em viagem aos Estados Unidos. A secretaria de Educação, Cláudia Costin, também estava em Washington e antecipou a viagem de retorno ao Brasil. Ela deve chegar hoje ao Rio de Janeiro.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que o episódio é uma “tragédia sem precedentes” e que este é um “dia de luto” para a educação brasileira.

Segundo o Corpo de Bombeiros, há oito carros de bombeiros e diversos helicópteros atuando no local, que foi isolado. Há uma multidão ao redor da escola, principalmente de pais em busca de informações.

* Com informações da Agência Brasil.

 

 

Dizem que a gente copia tudo dos americanos, só não imaginava que copiaríamos esses atentados contra escolas também.12

 

O detalhe é que lá nos EUA que tem toda aquela segurança nos colégios já acontecem esses atentados, aqui se virar moda tamo ferrado já que as escolas daqui qualquer pé rapado conseguir entrar e fazer o que bem entender.

 

Enfim, mais um triste ato de extrema violência contra gente inocente.
Jailcante2011-04-07 11:50:42
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 161
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic


 

ou seja' date=' por esse pensamento, a pena de morte é uma besteira.

[/quote']

Não entendi.

 

se ao morrer ele acaba por encerrar a chance de enfrentar as conseqência dos seus atos.... a pena de morte faz o mesmo. Se diz como a pena mais pesada, mas no fundo ela dá a chance ao criminoso de não sofrer por seus atos.
Link to comment
Share on other sites

E como À Espera de Um Milagre nos ensinou, cadeira elétrica sem molhar a esponja. 06.gif

 

 

 

Mas vejam esse link aí:

 

 

 

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=43111&tid=5590177669877386798

 

 

 

Leiam os comentários desse Bolsonaro até a terceira página.

 

 

 

"Nem estou chorando, apenas me preparando para uma chacina que irei fazer no colégio que fui bulinado.

 

 

 

Em breve teremos um documentário estilo Columbine nas telinhas nacionais.

 

 

 

 

 

Aguardem...."

 

 

 

den.gif

Link to comment
Share on other sites

Pronto, já tem gente dando pitaco sobre o que não sabe e falando besteira...

 

 

A tragédia do Rio é a tragédia de um país armado

Categorias: 1 |

 

 

 

Hoje de manhã, um idiota entrou armado numa escola do Rio e, antes de

se matar, descarregou dois revólveres nas crianças e nos professores.

Matou 11, feriu outros tantos.

Esses ataques de imbecis armados são comuns nos Estados Unidos, como

se sabe. Os Estados Unidos foram formados na cultura da arma. É um país

belicista por natureza.

Nós, brasileiros, importamos muita coisa boa dos Estados Unidos. Outras nem tanto.

Há alguns anos foi realizado um plebiscito em que se votou pela

proibição total das armas no Brasil. A alternativa pela proibição foi

derrotada. Eis aí um dos subprodutos daquele resultado.

Para que serve uma arma?

Para matar. Nada mais.

David Coimbra

 

Link: http://wp.clicrbs.com.br/davidcoimbra/2011/04/07/a-tragedia-do-rio-e-a-tragedia-de-um-pais-armado/?topo=13%2C1%2C1%2C%2C%2C13

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

se ao morrer ele acaba por encerrar a chance de enfrentar as conseqência dos seus atos.... a pena de morte faz o mesmo. Se diz como a pena mais pesada' date=' mas no fundo ela dá a chance ao criminoso de não sofrer por seus atos.
[/quote']

 

Isso seria verdade se a pena de morte fosse aplicada instantaneamente. Mas passar anos e anos encarcerado e com muito tempo para pensar no fato que tu tem uma data para morrer é a verdadeira punição.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

Isso seria verdade se a pena de morte fosse aplicada instantaneamente. Mas passar anos e anos encarcerado e com muito tempo para pensar no fato que tu tem uma data para morrer é a verdadeira punição.

 

 

Concordo com isso, mas num caso desses, casos assim brutais, tinha que ser tb nas piores condições humanas, celas lotadas, mofadas, com insetos, comida da pior qualidade, enfim, comer o pao que o diabo amassou, depois de uns 15 ou 20 anos nessa desgraça, ai matar de forma bem lenta e dolorosa, nada de dar injeçãozinha pra dormir antes da letal.

 

J.McClane2011-04-07 23:17:23

Link to comment
Share on other sites

 

se ao morrer ele acaba por encerrar a chance de enfrentar as conseqência dos seus atos.... a pena de morte faz o mesmo. Se diz como a pena mais pesada' date=' mas no fundo ela dá a chance ao criminoso de não sofrer por seus atos.
[/quote']

A pena de morte para imbecis como este, independente de se é de forma rápida ou lenta, DÁ A CHANCE de outras famílias não serem desgraçadas no futuro, afinal, no nosso país, fascínoras que estão condenados pelos crimes mais brutais são beneficiados por nossas leis para passar natais, anos novos e demais feriados em casa, uma vez nas ruas comentem mais crimes, e repito, desgraçam outras famílias, pena de morte para sujeitos como esses livrariam a sociedade de monstros.

Enfim, não costumo postar no geral, mas está é a minha opinião.
Link to comment
Share on other sites

Vale lembrar da cartinha do infeliz, que esclarece e muito os traços do indivíduo fanático que era. Ele era um exemplo de quando o país é doente com os valores de puritanismo casto, preso nos valores patriarcais desta sociedade doente. Claro que o fanatismo religioso não é justificativa para o crime em si, mas foi uma válvula de escape para criar seu mundo paralelo fora da realidade. Ainda mais que vemos cada vez mais nas comunidades da net pessoas com posições mais radicais e estúpidas. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Recentemente vimos à posição do povo com relação ao aborto nas eleições, até o Papa usando o tema como o pretexto da religião para proibir e justificar o seu mundo distorcido e esquecendo que é um país laico. Em fim, um país que é um barril de pólvora de fanáticos usando a religião como escape.  

 

 

Feminicídio: O nome do crime<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" /><?:NAMESPACE PREFIX = O />

 

Brasil - Mulher e LGBT

Sexta, 08 Abril 2011 02:00

080411_feminicidioQuem o machismo matou hoje? - A tragédia de Realengo despertou um arsenal de questionamentos que servirá de pauta para preencher o dia inteiro da televisão por um doloroso tempo. Nos preparemos para ter na manhã com Ana Maria, na tarde com Sônia Abrão, nas noites com jornais nacionais e finais de semanas fantásticos , reportagens sobre os perigos do fanatismo religioso, as conseqüências do bullying, necessidade de maior proteção nas escolas, e, até mesmo, a superioridade  física masculina que permitiu aos meninos escaparem do assassino que aparentemente estava atirando a esmo.


 

Mas não demorou muito para as crianças sobreviventes esclarecerem que ele atirava nas meninas para matar. Nos meninos, para machucar. Dito isso, as matérias passam aos pontos seguintes, agradecimentos aos policiais e história do assassino. Como ignorar relatos que o homem estava lá para matar apenas mulheres?  Proponho um exercício, vamos mudar uma palavra do discurso das testemunhas e sentir os efeitos: “Ele atirava nos negros para matar. Nos brancos só pra machucar.” Qual elemento novo que surge? Racismo, claro. Crime de ódio aos negros. Logo, o que aconteceu tem nome também. Não foi um crime voltado às crianças, foi Feminicídio. Crime de ódio às mulheres. Matou uma dezena que representa todas as mulheres da sociedade. Morrer pela cor da sua pele é mais revoltante do que morrer pelo sexo que carrega?

Todos os dias no blog relatamos casos de feminicídio no Brasil. O termo é mais comumente aplicado ao assassinato de mulheres resultante direto da violência doméstica e/ou sexista (até mesmo pela sua frequência). As “justificativas” para o ato são diversas: ela queria me deixar, ela não quis me beijar, ela não cozinhou o feijão. Mas a essência é uma só: homens que vêem mulheres (muitas vezes sem plena consciência disso) como seres inanimados e que existem unicamente para seu dispor, quando se recusam a essa condição ou não a exerce da forma como deveria, são descartadas. O mesmo acontece com os estupros seguidos de morte. Uma vez cumprido o propósito, a vítima não mais merece viver, seja para não reconhecer o criminoso mais tarde, seja para completar o ritual de sadismo. Não tenho a intenção de aqui de simplificar crimes complexos como esses, apenas alertar para a recorrência e a sua natureza em comum: o machismo. O machismo é uma doença social, um problema de todos. O feminicídio é o expoente máximo desse sistema de desigualdade de gênero, mas a sociedade inteira contribui para a sobrevivência dessa condição em outras atitudes, seja na conivência com violência doméstica, nos programas de televisão sexistas ou ensinando que azul é de menino e rosa é de menina.

A tragédia de Realengo é um exemplo ainda mais cru do que é o feminicídio. Em casos de violência doméstica o crime esbarra nas barreiras do privado, e nos estupros nos mitos da sexualidade humana e cultural. Nessa situação tudo está mais explícito. O autor do crime explicou seu alvo. Agora temos uma prova irrefutável, indigesta: dez meninas assassinadas pela arma de um homem que deixou bem claro qual era seu propósito. Feminicídio é o nome. Fe-mi-ni-cí-dio. Aprenda a usá-lo ou seja mais um a conviver com 10 cadáveres juvenis femininos debaixo do tapete. Do seu tapete.

Fonte: http://diarioliberdade.org/index.php?option=com_content&view=article&id=14284:feminicidio-o-nome-do-crime&catid=57:mulher-e-lgbt&Itemid=70

 

Brasil - Mulher e LGBT

Sábado, 26 Março 2011 02:00

260311_feminicidioAdital - A Campanha Ponto Final na Violência contra as Mulheres e Meninas, por meio de uma petição pública, busca sensibilizar autoridades e a sociedade brasileira para os altos índices de assassinatos de mulheres no Brasil e suas semelhanças com o feminicídio verificado em toda a América Latina e Caribe.


 

A campanha, coordenada pela Rede Feminista de Saúde Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, Rede de Homens pela Equidade de Gênero e Coletivo Feminino Plural, divulgou, de acordo com dados do Instituto Zangari, que entre os anos de 1997 e 2007, 41.532 mulheres morreram vítimas de homicídio – índice de 4,2 assassinatos por 100 mil habitantes. O que coloca o país em 12º lugar no ranking mundial de assassinato de mulheres.

As cidades brasileiras registraram altos índices de violência de gênero. Segundo dados das organizações, mais de 50 municípios no país têm índices de homicídio maiores que 10 por 100 mil habitantes. Em primeiro lugar está o Espírito Santo, com índices de 10,3 assassinatos de mulheres por 100 mil habitantes.

Para assinar a petição pública e obter mais informações, acesse: http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N8090

 

Plutão Orco2011-04-08 23:35:26
Link to comment
Share on other sites

Não entendi esse post do Plutão. O fato foi causado pelo "puritanismo" e pelo "machismo"?

 

 

 

Anyway... É tanta baboseira sendo vomitada sobre esse caso. Feministas achando que o acontecido é reflexo da malvada sociedade machista. Pacifistas achando que a culpa é das armas. Pais achando que a culpa é da falta de segurança nas escolas. Professores achando que a culpa é do bullying.

 

 

 

Parece que não importamos apenas os massacres escolares dos americanos. Junto veio a estúpida histeria pós-massacre, que culpa todos pelo acontecido menos os responsáveis. Nos EUA foi a mesma coisa. Culparam o roqueiro Marylin Manson, culparam o filme Matrix, culparam o bullying...

Link to comment
Share on other sites

Pessoal,

 

 

 

Acho que os políticos deveriam trabalhar mais e investir em segurança eficaz, do que ficarem por ai chorando e consolando quem foi vitima de um sistema de segurança que permiti que assassinos como esse entrem em escolas com armas e façam reféns pessoas que deveriam está ali protegidas e unicamente preocupadas em buscar o conhecimento... Então, muito triste o que aconteceu, mas esses políticos vagabundos deveriam trabalhar mais e chorar menos!

Link to comment
Share on other sites

Não entendi esse post do Plutão. O fato foi causado pelo "puritanismo" e pelo "machismo"?

Anyway... É tanta baboseira sendo vomitada sobre esse caso. Feministas achando que o acontecido é reflexo da malvada sociedade machista. Pacifistas achando que a culpa é das armas. Pais achando que a culpa é da falta de segurança nas escolas. Professores achando que a culpa é do bullying.

Parece que não importamos apenas os massacres escolares dos americanos. Junto veio a estúpida histeria pós-massacre' date=' que culpa todos pelo acontecido menos os responsáveis. Nos EUA foi a mesma coisa. Culparam o roqueiro Marylin Manson, culparam o filme Matrix, culparam o bullying... [/quote']

 

Ao meu ver foi uma visão dele distorcida que a pureza da castidade é sagrada. A carta do assassino deixou bem claro que ele era um radical que se espelhou nos valores pré-históricos da religião. Religião esta focada na imagem do homem, presa na visão paternalista que a mulher deve se preservar mais do que o homem na sua castidade. Foi esta a mensagem doentia dele no massacre.<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Concordo que tentamos achar um culpado sendo que ele é o principal culpado, mas uma sociedade que se radicaliza nos pensamentos religiosos é uma base formidável que por séculos formou todo o tipo de lunático.

 

Veja ai o Bolsonaro e sua trupe que defende valores radicais, como tratamento para os drogados é porrada, solução para as pessoas com ADIS não é problema do estado elas que se matem e claro a homofobia e racismo. O pior não é um político assim e sim seus eleitores tão radicais como ele. Veja lá no Blog do CQC que você vai achar ali vários radicais iguais ou piores. Radicais religiosos, políticos, machistas, racistas etc.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Se todo tópico que eu não puder entrar para compartilhar com a discussão este fórum morre de vez. Mas se meus comentários são um equivoco de pensamento aqui' date=' então rebata minhas falhas e não fuja da discussão.

 

 
[/quote']

 

Morre nada... apenas é poupado de ter q ler besteiras.

 

E não vou rebater nada. Não tenho mais tempo pra perder com isso, prefiro utilizá-lo com coisas mais interessantes e produtivas.

Dook2011-04-09 11:37:11

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...