Jump to content
Forum Cinema em Cena

Filmes em Geral

Aqui você pode conversar sobre qualquer filme, de qualquer país, de qualquer época, de qualquer gênero, de qualquer... bom, já entendeu, né?

Subforums

  1. Cineclube em Cena

    O seu clube de cinema! Jogos, prêmiações de usuários e muito mais!

    22,040
    posts

1,678 topics in this forum

  1. Curtas do Fórum CeC

    • 73 replies
    • 4,807 views
    • 82 replies
    • 6,233 views
    • 79 replies
    • 5,301 views
    • 525 replies
    • 16,007 views
    • 71 replies
    • 4,029 views
    • 27 replies
    • 2,508 views
  2. A Múmia (Reboot)

    • 79 replies
    • 4,627 views
    • 99 replies
    • 5,316 views
    • 46 replies
    • 2,895 views
    • 24 replies
    • 1,472 views
    • 112 replies
    • 7,554 views
    • 6 replies
    • 964 views
    • 352 replies
    • 28,978 views
  3. John Carpenter

    • 421 replies
    • 22,091 views
  4. Power Rangers

    • 157 replies
    • 8,775 views
    • 8 replies
    • 673 views
    • 7 replies
    • 631 views
    • 6 replies
    • 887 views
    • 51 replies
    • 4,462 views
    • 10 replies
    • 884 views
    • 2 replies
    • 569 views
    • 20 replies
    • 1,378 views
    • 27 replies
    • 1,823 views
    • 28 replies
    • 3,203 views
    • 26 replies
    • 3,041 views
  • Posts

    • Eu tinha uns 13 anos. Lembro de ter ido na pré estréia. Não gostava muito do spawn, mas idolatrava o McFarlane por causa do aranha. Cheguei a ter o VHS desse filme. Mesmo com Martin Sheen esse filme é a derrota em cinema. Horrível demais. Sobre esse novo filme, é óbvio que vai dar ruim.
    • ‘Cloverfield: A Partícula de Deus’ chegará ao Brasil com DOIS meses de atraso Publicado em 21/01/2018 às 11:41 por Thiago Muniz COMPARTILHE!   ‘Cloverfield: A Partícula de Deus’, novo projeto de J.J. Abrams como produtor, e que na prática funciona como ‘Cloverfield 3’, chegará ao Brasil com diferença de dois meses de sua estreia nos Estados Unidos. As informações são do site da Paramont Pictures. O filme, que estreia em 19 de abril nos EUA, chegará por aqui apenas em 14 de Junho de 2018. O jeito é fugir dos spoilers! Enquanto isso, começou sua campanha de marketing na internet. Como os fãs sabem, a franquia é conhecida por ter um ótimo ARG (jogo de realidade alternativa) e agora, finalmente os sites fictícios vinculados à produção começaram a entrar na ativa novamente.   FONTE: CINEPOP
    • A Espada Era a Lei | Adaptação em live action encontra diretor, diz site Juan Carlos Fresnadillo dirigirá a adaptação 19/01/2018 - 20:47 - FÁBIO DE SOUZA GOMES   Reprodução/Disney   Juan Carlos Fresnadillo está em negociações finais para dirigir a adaptação em live action de A Espada Era a Lei, animação da Disney sobre a Lenda do Rei Arthur. O cineasta é conhecido por longas de terror como Extermínio 2 e Intrusos e, agora, terá a missão de adaptar o clássico infantil (Via THR). Bryan Cogman, produtor e roteirista de Game of Thrones, escreveu o roteiro – que será produzido por Brigham Taylor, que também esteve por trás de Mogli: O Menino Lobo.  Esse é o segundo filme baseado nas lendas de Arthur da Disney. Ridley Scott está negociando para dirigir um filme focado na juventude do mago Merlin, baseado na série de livros Merlin: Os Anos Perdidos - leia mais. A animação de 1963 foi a última lançada antes da morte de Walt Disney e foca na infância do futuro Rei Arthur. Não há uma data definida para o projeto chegar aos cinemas.   FONTE: OMELETE   Pé atrás. A ESPADA ERA LEI é uma das minhas animações favoritas da Disney.
    • Disney contrato ex funcionário da Apple e Samsung para criar seu próprio app de estreaming para acabar com a NetFlix.    Disney Hires Apple Veteran to Launch Its Netflix Killer (EXCLUSIVE)   https://www.google.com.br/amp/variety.com/2018/digital/news/disney-svod-service-kevin-swint-hire-1202669637/amp/  
    •    Vi o filme na Netflix e curti pra caramba. Um baita acerto do Gibson.       Não achei mais irreal do que qualquer outro filme. Ele não adota a estética documental que muitos filmes baseados em histórias reais, mas não acho isso problema. Afinal, antes de ser uma história real, é um filme. Liberdades poéticas são bem vindas.      Mas ninguém do exército tava se ligando nisso, e era um ponto da constituição que entrava em conflito do que se espera de um membro do exército. Achei uma parte importante da  construção do filme.    Mas a questão não era o não uso de armas. A questão era o "não matar" O cara não tava ali pra matar o inimigo, e sim salvar vidas. O fato de não carregar uma arma reforça esse compromisso do personagem.
  • Popular Contributors

×